Ir para o conteúdo

Prefeitura de Boraceia e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Prefeitura de Boraceia
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
MAR
16
16 MAR 2017
Aprovado plano de carreira para os integrantes do magistério em Boraceia
enviar para um amigo
receba notícias

Depois de muitas reuniões para discutir e se fazer os acertos, o prefeito Marcos Bilancieri enviou para apreciação da Câmara Municipal na última segunda-feira, 04 de novembro, o Projeto de Lei 78/2013 que autoriza o município a conceder a todos os professores da rede pública municipal de educação, do quadro permanente e aos que ocupam cargo de confiança, incentivo através da majoração do salário base.

De acordo com o prefeito essa era luta antiga dos professores e foi uma bandeira e compromisso assumido por ele e pelo vice Valdir de Souza Melo, Di Picapau. “Sempre tivemos plena consciência da necessidade de se valorizar e incentivar o professor para que ele possa oferecer cada vez mais, melhores resultados para a educação dos nossos filhos”, afirma Marcos Bilancieri.

Para serem contemplados com os benefícios os professores deverão apresentar a conclusão de curso superior de ensino, conclusão de cursos de pós-graduação, em nível especialização “Latu Sensu” na área de ensino, mestrado ou doutorado “Stricto Sensu” e a conclusão de cursos de extensão e aperfeiçoamento.

De acordo com o projeto aprovado em regime de urgência pela Câmara, o incentivo para quem apresentar os títulos elencados pelo projeto seguirá alguns critérios que serão analisados por uma comissão composta por membros do Poder Executivo, Poder Legislativo, três representantes da classe e um da Diretoria de Educação para o desenvolvimento da segunda fase com pontuações de cursos de extensões ou aperfeiçoamento.

O requerimento do incentivo poderá ser feito a qualquer momento pelo professor da rede municipal de educação e protocolado na Diretoria de Educação juntamente com os documentos que comprovem a conclusão dos cursos.

O projeto que foi aprovado por unanimidade pelos vereadores foi justificado pelo prefeito Marcos Bilancieri. “O objetivo é conceder aos professores da rede municipal de educação o incentivo que representa o aumento de salário, utilizando critérios de capacitação, valorizando o profissional que busca o aperfeiçoamento constante através de cursos e outros, contribuindo, para a elevação da qualidade do ensino aos alunos que frequentam as unidades de ensino municipal”, concluiu o prefeito.

CONHEÇA O PLANO DE VALORIZAÇÃO DO MAGISTÉRIO

Curso superior

Será incidido o percentual de 8% sob o valor do salário-base dos professores da rede municipal que apresentar a conclusão de um curso superior de ensino será de mais 2% para aquele que apresentar a conclusão de dois cursos superiores.

Especialização

Para quem apresentar a conclusão de um curso de especialização, a majoração do salário-base será de 8%. Para quem apresentar a conclusão de dois cursos de especialização o percentual será de mais 2%. É preciso que os sejam reconhecidos pelo Ministério da Educação (MEC).

Mestrado e Doutorado

Já para a conclusão de um curso de mestrado devidamente reconhecido pelo MEC a majoração será de 40% incidido sobre o salário base. Para a conclusão de um curso de doutorado, reconhecido pelo MEC, a porcentagem acrescida será de 60%.

O projeto elaborado pelo Poder Executivo não aceita a atribuição do benefício cumulativo para a apresentação dos títulos de mestre e doutor. Os cursos além de reconhecidos pelo MEC deverão ter o conteúdo pragmático correspondente ao campo de atuação ou habilitação.

Importante

Ó artigo 5º do projeto relata que para concessão de benefícios futuros, os cursos já utilizados ficarão excluídos, devendo os professores da rede municipal de educação providenciar novos títulos, limitados a dois títulos de nível superior, dois títulos de especialização em nível de pós-graduação “Latu Sensu” e um título em nível de pós-graduação “Stricto Sensu” para mestrado ou doutorado.

 

Seta
Versão do Sistema: 3.4.1 - 29/04/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia